21/05/2009

Econômia no Casamento - Planejar é Preciso.

Para que o seu casamento seha um sucesso é legal que o casal levem em conta todas essas dicas que iremos lhes passar, adaptando para cada realidade. O primodial é que noiva e noivo façam o planejamento de tudo - veja, o ideal é 50% de dor-de-cabeça para cada, mas a experiência prova que a mulher sempre esquenta mais a cabeça (afinal, elas são maravilhosas e são a estrela da festa.


PRIMEIRO-PASSO


Combine, em um dia que vocês não tenham compromissos, um encontro diferente- Os dois com cadernos e agendas e armados com canetas, façam o planejamento do casamento de vocês. É bom que os dois pensem juntos e tenham objetivos semelhantes. A vida a dois começa a dar certo (ou errado) aí. Enumere os temas. Você deve pensar bem que existem coisas que são indispensáveis, necessárias e desejáveis.


Indispensável: casamento civil, religioso (para os que crêem) e viver bem.
Necessário: um chá-de-cozinha, chá-de-panela, chá-bar e festa
Desejável: Buffet contratado, banda, dj, cerimonial, lembrancinhas, lua de mel.


Se for possível ter tudo, ótimo! Se não, nos esforcemos pelo indispensável (digo isso para que ninguém gaste horrores e case todo endividado sem necessidade).Agora o planejamento. Chá-de-cozinha, iremos fazer? Onde faremos? Quem pode nos ajudar? Como fazer os convitinhos de forma barata? Quem convidaremos? O que nos pediremos?Dicas: Procurem fazer os convites a mão. Pegue suas amigas e façam em uma tarde de domingo, os convites manualmente - regado a refri, bolo, piadas e risadas.É uma oportunidade para rever velhos amigos e desfazer maus entendidos -casamento é acima de tudo um momento de paz e alegria.


por

3 comentários:

Larissa disse...

realmente - economizar é preciso..
nossa com tantas novidades meu sonho já aumentou ta mais que um carro zero km rsrs

renata disse...

No meu ja dispensei a cerimonial.
Vou colocar os familiares pra ajudar afinal eles que tao pedindo festa e casorio o tempo todo.

Barbara disse...

Ai Mari,
só vc pra me trazer pra realidade mesmo,
casar sai caro.